Conscientização

  1. Amamentação em foco: esclareça suas dúvidas

    A campanha Agosto Dourado coloca o aleitamento materno em foco, esclarecendo dúvidas já conhecidas sobre amamentar, e outras questões que envolvem a nossa atualidade, como a situação de pandemia. Quem contribui conosco nesta iniciativa de conscientização é o Dr. Adalberto Moreira de Souza.

    O pediatra enfatiza a importância do aleitamento materno e como ele contribui para o desenvolvimento da criança, protegendo-a de diversas doenças até os 3 anos de idade, entre elas as agudas, infectocontagiosas, metabólicas e respiratórias.

    Ou seja, amamentar é um cuidado imediato que terá benefícios a longo prazo, favorecendo a criança por toda a sua vida. Assista a entrevista completa e entenda porque o leite materno é tão importante. Apoie, proteja e incentive também a amamentação.

    Leia mais »
  2. Julho Amarelo: combate às hepatites virais

    O mês de julho terminou, mas a conscientização sobre o combate às hepatites virais é uma semente que deve ser cultivada durante todo o ano. Confira a entrevista com a hepatologista Adriana Martins Miranda e saiba mais sobre os tipos de hepatites que assolam a população:

    Leia mais »
  3. A doação de sangue: saiba tudo sobre essa ação necessária

    Junho foi escolhido como mês representante da Campanha de incentivo a doação de sangue por dois motivos: em mérito ao Dia Mundial do Doador de Sangue e, também, pela época mais fria do ano ter uma grande diminuição no número de doadores. Ou seja, é o momento em que os bancos mais precisam dessa ação de amor e solidariedade, como explica a hematologista Maria do Carmo Favarin.

    Em entrevista, a doutora esclarece os requisitos básicos para a doação, além das contraindicações que existem para a proteção tanto do doador, quanto do receptor. Além disso, fala sobre quantas vidas são transformadas com uma única doação, o tempo necessário para o volume de sangue, a quantidade de hemácias e estoque de ferro se reestabelecerem, e os processos que sucedem a doação de sangue, a fim de prepará-lo para o seu receptor. 

    Confira a entrevista completa abaixo. Procure o hemocentro da sua região e faça o bem. Doe sangue.

    Leia mais »
  4. Alerta às Doenças Inflamatórias Intestinais (DII)

    As Doenças Inflamatórias Intestinais, também conhecidas como DII, são doenças que afetam o intestino e podem ter manifestações extra intestinais. Apesar de acometerem qualquer idade, possuem uma faixa de idade como pico de incidência, sendo essa a população jovem adulta. A campanha Maio Roxo é um importante alerta para identificar as doenças e seus sintomas, com o objetivo de tratá-las no momento correto, recuperar a qualidade de vida dos pacientes e não desenvolver riscos de consequências mais graves. 

    Rogério Parra, coloproctologista, é o especialista que explica a Doença de Crohn e a Retocolite Ulcerativa. Como sinal de alarme para procurar um especialista, destaca a dor abdominal frequente, cólicas fortes, emagrecimento, anemia e diarreia com sangue ou catarro. Assista a entrevista completa, e conheça melhor as DII e suas características:  

    Leia mais »
  5. Autismo e a conscientização sobre o transtorno do neurodesenvolvimento

    Abril é marcado pelas campanhas nacionais Abril Azul e Abril Multicolorido, e pela celebração do Dia Mundial da Conscientização do Autismo, uma data criada pela Organização das Nações Unidas (ONU).

    Quem explica o Transtorno do Espectro Autista é a médica pediatra Lilian Nakachima Yamada que, em entrevista para o Grupo Total, detalha muitas informações importantes sobre o autismo:

    • Os eixos do transtorno;
    • A relação entre o seu grau e autonomia;
    • Quais são as terapias de apoio;
    • Como identificar o TEA em crianças;
    • Como ajudar as famílias que possuem um membro autista.

     

    Confira a entrevista completa com a doutora:

    Leia mais »
  6. Desvendando a hemofilia: características e dados do sangramento prolongado

    A hemofilia afeta a coagulação do sangue e pode ser identificada pelo sangramento persistente, por um trauma, ou um sangramento sem razão aparente. Definida principalmente por sangramentos musculares ou articulares, pode ocorrer também após procedimentos médicos ou odontológicos. No caso leve, os sintomas podem se manifestar. Quando é moderada, há maior propensão a hematomas, mas também pode não haver manifestação de sintomas.

    Nas articulações, na maior parte dos casos, ocorre no tornozelo, joelho ou cotovelo. Também, no ombro, pulso ou quadril. Nos músculos, se caracteriza pela dor forte, aumento de temperatura e dificuldade de movimento. A razão predominante é a mutação genética em parte do cromossomo X passada das mães para os filhos do sexo masculino, mas também ocorre em uma sequência familiar, em diferentes gerações e parentescos. Por isso, é determinada como uma doença genética e hereditária.

    Ser hemofílico não significa sangrar mais que outras pessoas. A hemofi

    Leia mais »
  7. Pandemia: entenda as restrições das fases vermelha, laranja, amarela, verde e azul

    A pandemia provocada pelo novo coronavírus não está dando trégua e os governos de todo o Brasil adotaram medidas para tentar conter o aumento de casos de Covid-19. O Plano São Paulo é um dos mais conhecidos no país e inspirou os planos de outros estados também. Entenda melhor como funciona cada fase:

     

    Fase Emergencial

    Durante esta fase, a maioria dos estabelecimentos não podem atender ao público presencialmente. Escritórios em geral, repartições públicas e serviços de tecnologia da informação, somente via telefone. Estabelecimentos comerciais em geral, de material de construção e produtos eletrônicos podem vender somente via delivery (entrega em casa) ou drive-thru (retirada do produto sem sair do carro) das 5h às 20h. Supermercados abrem das 5h às 20h, mas não podem abrir aos domingos. Eventos esportivos são suspensos e as escolas entram em recesso.

     

    Fase Vermelha

    É a fase de contaminação,

    Leia mais »
  8. Conscientização ao câncer colorretal

    Exames preventivos são de extrema importância para detectar as doenças ainda no início, fornecer um tratamento adequado e possibilitar a cura. Assim acontece também com o câncer colorretal, enfermidade que se origina no intestino e causa grande mortalidade em todo o mundo. A Campanha Março Azul Marinho age para conscientizar e prevenir o câncer colorretal, em busca de reverter essa classificação e salvar vidas. Eduardo Saadi Neto, oncologista clínico, foi convidado pelo Grupo Total para responder perguntas sobre a doença e dar força ao movimento. Leia abaixo a entrevista completa e entenda melhor a condição e como ela pode ser curada:

     

    - O que é o câncer colorretal e como ele age no nosso organismo?

    O Câncer Colorretal é um tumor maligno que nasce no Intestino Grosso. O Intestino Grosso é a porção final do Trato Digestivo, responsável por metabolizar e absorver nutrientes e água. Se não for detectado precocemente, o Câncer Colorretal pode

    Leia mais »
  9. Março Lilás pelo oncologista Fabio Zola

    Março é o mês de prevenção do câncer do colo do útero, momento em que a atenção, o combate e os cuidados de prevenção da doença entram em foco, junto a Campanha Março Lilás. Oncologista Clínico, Fabio Zola conversou sobre o assunto com o Grupo Total e nos trouxe muitas informações sobre o câncer cervical. Leia abaixo a entrevista completa com o médico: 


    - O que é o câncer de colo de útero e como ele age no organismo da mulher?

    Também chamado de câncer cervical, é um tipo de tumor maligno que ocorre na região inferior do colo do uterino que fica localizado no fundo da vagina. Geralmente associado a uma infecção persistente por alguns tipos Papiloma humano (HPV). A infecção por esse vírus é muito frequente na população e não causa doença na maioria das vezes, mas pode ter a evolução desta infeção que leva a alterações celulares até a formação de um câncer. Como existe esse tempo entre a infecção inicial até a progressão para o tumor, pode ser descobe

    Leia mais »
  10. Fevereiro Laranja, leucemia e doação de medula óssea

    O diagnóstico precoce é sempre um fator determinante no sucesso e tratamento de condições. Por isso, as campanhas de conscientização têm um papel de grande relevancia na divulgação de informações, reconhecimento de sintomas e métodos de cura. Fevereiro Laranja é a campanha que coloca em pauta a leucemia e a doação de medula óssea durante um mês, demonstrando as dificuldades enfrentadas por pacientes que confrontam a dificuldade na procura por doadores de medula óssea compatíveis. A médica hepatologista Maria do Carmo Favarin, entrevistada pelo Grupo Total, explica de modo didático o que é a leucemia, as diferenças que existem entre os casos e suas classificações. Confira os principais sintomas, diagnósticos e etapas fundamentais para consolidar tratamentos adequados aos pacientes, e entenda como a doação de medula óssea é decisiva:

    Leia mais »
Página