Prevenção

  1. As alergias mais comuns no Brasil: quais são, sintomas e prevenção

    Uma resposta do sistema imunológico a substâncias estranhas, as alergias são um dos problemas de saúde crônicos mais comuns do mundo. O Blog da Drogaria Total explica quais são os principais fatores relacionados a elas, as alergias mais comuns no Brasil, suas causas, sintomas e prevenção.
    Leia mais »
  2. Entrevista Total: Dezembro Vermelho e a luta contra a AIDS

    Quem participa deste Tá no Blog é a infectologista Karen Morejon, falando sobre a AIDS e o HIV, temas que se destacam no mês de dezembro devido a campanha Dezembro Vermelho, um movimento de conscientização e prevenção ao HIV/AIDS e outras Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST). Além disso, aborda o porquê do aumento dos casos em idosos, como podemos nos prevenir e qual a relação de tudo isso com o novo Coronavírus, hoje, mais do que nunca, parte da nossa realidade. Confira todo o conhecimento que essa profissional da saúde divide conosco:

    Leia mais »
  3. Conheça o Outubro Rosa e saiba como fazer o autoexame da mama

    Criado no início dos anos 1990, o movimento "Outubro Rosa" vem conscientizando mulheres de todo o mundo sobre a prevenção ao câncer de mama, principalmente. O sintoma mais comum deste tipo de câncer é o aparecimento de nódulos na mama que, geralmente, são consistentes, indolores e irregulares. No entanto, o câncer de mama também pode causar edemas cutâneos (uma irregularidade na pele semelhante à casca de uma laranja), dor, descamação, até ulceração do mamilo, hiperemia e inversão do mamilo.

    Em todo o mundo, o câncer de mama representou 24,2% do total de casos de mulheres com câncer em 2018, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS). Só no Brasil, o Instituto Nacional de Câncer (INCA) estima mais de 66 mil novos casos deste tipo de câncer, representados com a taxa de incidência de 43,74 casos por 100.000 mulheres.

    As empresas que quiserem participar da campanha podem aderir ações de conscientização sobre o câncer de mama dentro da empresa, iluminar as fachadas de

    Leia mais »
  4. Campanha do coração: conheça o “Setembro Vermelho”

    A campanha “Setembro Vermelho” alerta sobre os cuidados com o coração e procura combater a desinformação e a falta de prevenção. O mês foi escolhido porque no dia 29 é comemorado o Dia Mundial do Coração, criado no ano 2000 pela Federação Mundial do Coração com apoio das Nações Unidas. Desde então, o mundo todo realiza ações diversas para promover a conscientização da importância da saúde do coração.

    Segundo levantamento realizado pela Organização Mundial da Saúde (OMS), 17,5 milhões de pessoas morrem no mundo a cada ano por doenças cardiovasculares, o que representa 31% de todas as mortes do mundo. No Brasil, o número de óbitos chega a 350 mil por ano. Órgão vital, o coração está sujeito a diferentes males e cerca de 80% dessas doenças podem ser evitadas com hábitos saudáveis cotidianos.


    Praticar atividades físicas

    O corpo em movimento beneficia a saúde do coração, pois ele trabalha com mais eficiência, sem ter que fazer tanto es

    Leia mais »
  5. Setembro Amarelo e a importância da prevenção do suicídio

    Tudo sobre a Campanha Setembro Amarelo está no Blog da Drogaria Total.  Veja mais sobre a origem da data, ações de conscientização e dados relacionados ao suicídio. Saiba também como buscar ajuda. Acesse agora e leia o conteúdo completo.

    Leia mais »
  6. Cigarro: seus males e perspectivas de mudança

    Leia no Blog da Drogaria Total quais são os malefícios do cigarro para o nosso organismo, porque as pessoas começam a fumar, a quantidade de fumantes no Brasil e de mortes causadas pela dependência da nicotina. Descubra também as perspectivas de mudança, ações e como parar de fumar.

    Leia mais »
  7. Esclerose múltipla é o tema do “Agosto Laranja”

    O Blog da Drogaria Total explica a campanha Agosto Laranja, voltada à conscientização da Esclerose Múltipla. Leia mais sobre a importância do diagnóstico precoce, sintomas e como reconhecer a doença.

    Leia mais »
  8. Alzheimer: causas, sintomas e como prevenir

    Entenda o Alzheimer, a conhecida doença degenerativa do cérebro que afeta a memória e diferentes funções mentais.

    Saiba mais sobre as causas, sintomas e formas de prevenção dessa doença, ainda sem cura.

    Leia mais »
  9. Saiba quais as doenças mais comuns no inverno e a relação com a Covid-19

    O inverno traz consigo um período mais seco, sem chuvas, e estimula as pessoas a ficarem mais aglomeradas para não sentirem as baixas temperaturas. Coincidentemente, o ápice da pandemia causada pelo novo Coronavírus chegou junto com essa estação do ano em nosso país, o que pode alastrar ainda mais a Covid-19 e confundir seus sintomas com outras doenças comuns em tempos mais frios. Por isso, hoje vamos esclarecer um pouco mais sobre alguns desses males que aparecem quando a temperatura cai.

     

    - RESFRIADO

    A mais comum entre as doenças do inverno, o resfriado é mais brando, durando em média de três a cinco dias. Pode causar dor de garganta, espirros, coriza e até febre mais baixa, mas são tratados com antitérmicos e analgésicos. Para evitar, basta manter uma alimentação saudável, bastante hidratação e lavar sempre as mãos.

     

    - GRIPE

    Apesar de parecida com o resfriado, a gripe ataca o organismo de maneira bem mais forte.  Também provoca coriza, congestão nasal e dor de garganta, além de calafrios, febre alta e dor de cabeça. Para qualquer doença, é sempre indicado procurar um médico. Já há vacina para gripe, que apesar de não imunizar contra todos os tipos existentes, já diminui drasticamente o risco de contágio.

     

    - RINITE ALÉRGICA

    É uma doença crônica, causada por reações alérgicas que podem se tornar ainda mais constantes durante o inverno, com o tempo mais seco e aumento de poeira no ar, por exemplo. Ela é causada por uma inflamação na mucosa nasal e pode causar coriza, espirros e bastante coceira nos olhos e no nariz. O antialérgico é essencial no combate e o médico pode indicar ainda um corticoide nasal e lavagem do nariz com solução específica. Mantenha alimentação saudável, exercícios físicos e distância de fumantes ou pessoas com resfriados para prevenir.

     

    - OTITE

    A famigerada infecção de ouvido, que pode ser média (causada por vírus ou bactérias associados a problemas respiratórios), ou externa (causada pelo excesso de água no canal auricular ou por algum trauma proveniente de algo inserido no ouvido). Além da dor, a otite causa diminuição da audição, tontura e a pessoa pode escutar um zumbido constante. O médico deve receitar antibiótico para tratar. Para evitar, proteja os ouvidos contra o vento, tome cuidado ao inserir hastes flexíveis para limpar, além de evitar as doenças citadas acima.

     

    - SINUSITE

    A doença causada pela inflamação nos chamados seios do rosto causa dores na face e de cabeça, secreção e até obstrução nasal. O tratamento ocorre com descongestionantes nasais baseados em corticosteroides, analgésicos e anti-histamínicos, além de antialérgicos e antibióticos se a causa for bacteriana. Manter-se hidratado, com boa alimentação, evitar ficar próximo a fumantes ou locais com alta concentração de poluentes no ar são formas eficazes de prevenção.

     

    - OBSERVAÇÃO SOBRE A COVID-19

    Causada pelo novo Coronavírus, a Covid-19 pode causar febre, tosse seca e cansaço, por isso pode causar confusão com os sintomas de outras doenças citadas antes. É preciso ficar alerta para os principais sintomas que identificam a doença, como dificuldade para respirar, falta de ar, dor ou pressão no peito e a perda de fala. Nesse caso, vá a um hospital com urgência, utilizando máscara para evitar a retransmissão do vírus. Para evitar, respeite o isolamento social, evite aglomerações, lave sempre muito bem as mãos e use máscara.

    Leia mais »
  10. Julho Amarelo promove conscientização das hepatites virais

    Com o novo mês, tem início uma nova campanha. O “Julho Amarelo” visa conscientizar sobre a importância da prevenção, diagnóstico e tratamento das hepatites virais. As do tipo A e B já possuem vacinas que as detêm. A hepatite C ainda não possui vacina, mas já há uma cura para este tipo. Segundo o Ministério da Saúde, cerca de 0,7% dos brasileiros, de 15 a 69 anos já tiveram contato com o vírus do tipo C.

    As hepatites são doenças que promovem a inflamação do fígado. Em 2010 a Organização Mundial da Saúde instituiu o dia 28 de julho, seria o Dia Mundial da Luta contra as Hepatites Virais. Desde então, vários países iniciaram ações diversas para promover a conscientização da população sobre essas doenças, que apresentam características distintas entre seus tipos. Os mais comuns de hepatites são causados pelos vírus A, B e C, mas existe também os vírus D e E, este último mais frequente na África e na Ásia.

    Essas doenças nem sempre apresentam sintomas, porém os mais comuns são olhos e pele amarelados, cansaço, febre, mal-estar, tontura, vômitos, dor abdominal, urina escura e fezes claras. Há algumas medidas simples que previnem a infecção, como manter exames de rotina e visitar seu médico regularmente, não compartilhar agulhas e seringas, sempre exigir materiais descartáveis e esterilizados em salões de beleza ou estúdios de tatuagem, e usar preservativos.

    Leia mais »
Página