Saúde

  1. Nova cepa da Influenza, Gripe H3N2 ou variante Darwin

    Entendendo a Gripe H3N2

    A gripe comum e resfriados são causadas principalmente pelo vírus Influenza A, sendo transmitido pelas gotículas que são liberadas no ar pela tosse ou espirro de indivíduos contaminados ou pelo contato direto. H1N1 é um subtipo da Influenza, bem como a variante H3N2. O subtipo H3N2 do vírus Influenza A também tem sido chamado de “variante Darwin” e é a responsável pelos surtos de gripe que estão acontecendo em todo o país e já renderam alertas de epidemia.

    A circulação da nova cepa do vírus Influenza A está sendo relacionada à baixa adesão da população à vacina da gripe, à maior circulação de pessoas e ao relaxamento dos protocolos de proteção e combate à pandemia de Covid-19. Por ser um

    Leia mais »
  2. Outubro rosa e as chances de cura do câncer de mama

    Colocar o câncer de mama em pauta é mais do que falar sobre a saúde da mulher: é conscientizar a população, levar informação, compartilhar sobre a grandiosidade dessa doença e possibilitar mais acesso ao seu diagnóstico. Esses são exatamente os propósitos da campanha Outubro Rosa, que facilita o diálogo sobre o câncer, além de alertar aos sintomas que podem ajudar a identificar a doença e incentivar os exames, que levam ao diagnóstico preococe.

    Em entrevista, a mastologista Paola Candido Menani compartilha seu conhecimento sobre o assunto, falando também da sua frequência no mundo, da característica heterogênea da doença, da importância dos exames de rastreamento para redução da mortalidade e da influência da pandemia no diagnóstico precoce.

    Assista ao vídeo:

    Leia mais »
  3. Bem-estar, alimentação e família

    Sabe-se que a qualidade da alimentação influencia na saúde do nosso corpo, mas não somente, já que ela também é muito importante para o equilíbrio da saúde mental. Os alimentos consumidos, aliados a hábitos saudáveis, têm o poder de prover energia, alegria e bom humor.

    O intestino e os neurônios se relacionam com saúde mental por dois fatores: por meio do eixo cérebro-intestino, o intestino humano tem a capacidade de influenciar o funcionamento de órgãos e tecidos; e os neurotransmissores, substâncias produzidas pelos neurônios, influenciam estados emotivos, sensações de prazer e felicidade.

    Para combater a depressão, a ansiedade e favorecer a saúde mental, é importante priorizar alimentos frescos e naturais, evitando àqueles passam por processos industriais e contém aditivos alimentares, além de carboidratos refinados e farináceos.

    Leia mais »
  4. Amamentação em foco: esclareça suas dúvidas

    A campanha Agosto Dourado coloca o aleitamento materno em foco, esclarecendo dúvidas já conhecidas sobre amamentar, e outras questões que envolvem a nossa atualidade, como a situação de pandemia. Quem contribui conosco nesta iniciativa de conscientização é o Dr. Adalberto Moreira de Souza.

    O pediatra enfatiza a importância do aleitamento materno e como ele contribui para o desenvolvimento da criança, protegendo-a de diversas doenças até os 3 anos de idade, entre elas as agudas, infectocontagiosas, metabólicas e respiratórias.

    Ou seja, amamentar é um cuidado imediato que terá benefícios a longo prazo, favorecendo a criança por toda a sua vida. Assista a entrevista completa e entenda porque o leite materno é tão importante. Apoie, proteja e incentive também a amamentação.

    Leia mais »
  5. Aleitamento materno e o seu significado

    O significado principal da amamentação é nutrir e alimentar o bebê, mas engloba um sentido muito maior para o universo da mãe e do bebê. O aleitamento materno é o contato inicial entre eles e esse relacionamento é justamente um dos objetivos buscados pelos profissionais, como conta o Dr. Mauro S. Casanova em entrevista. Entre os benefícios citados pelo ginecologista e obstetra, estão o gasto calórico, a diminuição de hemorragias e a prevenção de diferentes tipos de câncer para a mãe, além do desenvolvimento do filho e de suas defesas contra doenças. 

    Assista o vídeo completo que aborda o Agosto Dourado, mês do aleitamento materno, e trata de temas como a qualidade do leite materno, cuidados anteriores ao nascimento do filho, a importância da atividade física pós-parto, as condições da amamentação, como mães com dificuldade de amamentar podem proceder e os cuidados com a Covid-19.

     

    Leia mais »
  6. Julho Amarelo: combate às hepatites virais

    O mês de julho terminou, mas a conscientização sobre o combate às hepatites virais é uma semente que deve ser cultivada durante todo o ano. Confira a entrevista com a hepatologista Adriana Martins Miranda e saiba mais sobre os tipos de hepatites que assolam a população:

    Leia mais »
  7. O coração e fatos curiosos sobre seu funcionamento

    Responsável por bombear o sangue, fornecer oxigênio e nutrientes às células, o coração funciona como um motor para o corpo, e é essencial para sustentar a vida. Sabemos o quão importante é cuidar dele, mas e estas curiosidades sobre órgão, você já conhece? 

     

     

    • Peso e funcionamento

    Um coração saudável pesa entre 250g e 400 gramas, bate cerca de cem mil vezes por dia e pode chegar a 35 milhões de batidas em um ano. Rir aumenta o fluxo sanguíneo e melhora o funcionamento do sistema vascular

     

    • Impulsos elétricos

    O coração possui uma ligação com o corpo em sua totalidade, por meio do sistema cardiovascular. Ele não precisa da função cerebral para continuar batendo, j

    Leia mais »
  8. Envelhecimento: mudanças no corpo e na mente

    O envelhecimento é um processo contínuo e natural da vida, que começa suas alterações graduais com a chegada da vida adulta. As transformações físicas, mentais e metabólicas são resultado das mudanças que ocorrem em células individuais e em órgãos completos. Os cuidados com o corpo e a mente possibilitam viver um envelhecimento saudável, permanecer ativo, independente e evitar distúrbios. Algumas das mudanças que ocorrem no corpo ao envelhecer são:

     

    Envelhecimento celular

    As células do corpo humano são programadas para morrer e dar lugar à novas células quando envelhecem e já cumpriram o seu objetivo. Essa é uma parte normal do funcionamento do corpo humano, no entanto, o envelhecimento celular ocasiona um pior funcionamento.

     

    Envelhecimento dos órgãos

    Com o auge das funções corporais que ocorre por volta dos 30

    Leia mais »
  9. A doação de sangue: saiba tudo sobre essa ação necessária

    Junho foi escolhido como mês representante da Campanha de incentivo a doação de sangue por dois motivos: em mérito ao Dia Mundial do Doador de Sangue e, também, pela época mais fria do ano ter uma grande diminuição no número de doadores. Ou seja, é o momento em que os bancos mais precisam dessa ação de amor e solidariedade, como explica a hematologista Maria do Carmo Favarin.

    Em entrevista, a doutora esclarece os requisitos básicos para a doação, além das contraindicações que existem para a proteção tanto do doador, quanto do receptor. Além disso, fala sobre quantas vidas são transformadas com uma única doação, o tempo necessário para o volume de sangue, a quantidade de hemácias e estoque de ferro se reestabelecerem, e os processos que sucedem a doação de sangue, a fim de prepará-lo para o seu receptor. 

    Confira a entrevista completa abaixo. Procure o hemocentro da sua região e faça o bem. Doe sangue.

    Leia mais »
  10. A importância do sono para a saúde e para o organismo

    Uma boa noite de sono também é essencial para manter a saúde, sabia? O nosso organismo entra em uma espécie de “modo de manutenção” enquanto dormimos, realizando diversas funções restauradoras do corpo, o que garante longevidade e auxilia na prevenção de problemas de saúde. Os especialistas da área recomendam uma média de 8 horas de sono diário, o que pode variar de acordo com a idade. Adultos, por exemplo, precisam de 7 a 8 horas, enquanto adolescentes necessitam de mais, de 8 a 10. E se crianças precisam de 9 a 13 horas de sono, para os bebês então é necessário de 12 a 16 horas.

    Manter uma boa regularidade de sono ajuda na prevenção de:

    • Diabetes, pois a falta de dormir pode influenciar desregulando o controle do açúcar no sangue pela insulina e pode desenvolver diabetes tipo 2.
    • Diminuição na imunidade, porque se o indivíduo fica sem dormir direito, há um aumento nos níveis de mediadores inflamatórios, diminuindo a res
    Leia mais »
Página