câncer

  1. Conscientização ao câncer colorretal

    Exames preventivos são de extrema importância para detectar as doenças ainda no início, fornecer um tratamento adequado e possibilitar a cura. Assim acontece também com o câncer colorretal, enfermidade que se origina no intestino e causa grande mortalidade em todo o mundo. A Campanha Março Azul Marinho age para conscientizar e prevenir o câncer colorretal, em busca de reverter essa classificação e salvar vidas. Eduardo Saadi Neto, oncologista clínico, foi convidado pelo Grupo Total para responder perguntas sobre a doença e dar força ao movimento. Leia abaixo a entrevista completa e entenda melhor a condição e como ela pode ser curada:

     

    - O que é o câncer colorretal e como ele age no nosso organismo?

    O Câncer Colorretal é um tumor maligno que nasce no Intestino Grosso. O Intestino Grosso é a porção final do Trato Digestivo, responsável por metabolizar e absorver nutrientes e água. Se não for detectado precocemente, o Câncer Colorretal pode

    Leia mais »
  2. Março Lilás pelo oncologista Fabio Zola

    Março é o mês de prevenção do câncer do colo do útero, momento em que a atenção, o combate e os cuidados de prevenção da doença entram em foco, junto a Campanha Março Lilás. Oncologista Clínico, Fabio Zola conversou sobre o assunto com o Grupo Total e nos trouxe muitas informações sobre o câncer cervical. Leia abaixo a entrevista completa com o médico: 


    - O que é o câncer de colo de útero e como ele age no organismo da mulher?

    Também chamado de câncer cervical, é um tipo de tumor maligno que ocorre na região inferior do colo do uterino que fica localizado no fundo da vagina. Geralmente associado a uma infecção persistente por alguns tipos Papiloma humano (HPV). A infecção por esse vírus é muito frequente na população e não causa doença na maioria das vezes, mas pode ter a evolução desta infeção que leva a alterações celulares até a formação de um câncer. Como existe esse tempo entre a infecção inicial até a progressão para o tumor, pode ser descobe

    Leia mais »
  3. Entrevista Total aborda a campanha Novembro Azul e a prevenção ao câncer de próstata

    A segunda entrevista da série Entrevista Total é com o urologista Murilo Andrade, que explanou um pouco mais sobre o câncer de próstata, suas causas ou e consequências, tratamentos, fatores de risco e a importância da prevenção, tema abordado pela campanha Novembro Azul. Confira o vídeo que Tá no Blog!

    Leia mais »
  4. Conheça o Outubro Rosa e saiba como fazer o autoexame da mama

    Criado no início dos anos 1990, o movimento "Outubro Rosa" vem conscientizando mulheres de todo o mundo sobre a prevenção ao câncer de mama, principalmente. O sintoma mais comum deste tipo de câncer é o aparecimento de nódulos na mama que, geralmente, são consistentes, indolores e irregulares. No entanto, o câncer de mama também pode causar edemas cutâneos (uma irregularidade na pele semelhante à casca de uma laranja), dor, descamação, até ulceração do mamilo, hiperemia e inversão do mamilo.

    Em todo o mundo, o câncer de mama representou 24,2% do total de casos de mulheres com câncer em 2018, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS). Só no Brasil, o Instituto Nacional de Câncer (INCA) estima mais de 66 mil novos casos deste tipo de câncer, representados com a taxa de incidência de 43,74 casos por 100.000 mulheres.

    As empresas que quiserem participar da campanha podem aderir ações de conscientização sobre o câncer de mama dentro da empresa, iluminar as fachadas de

    Leia mais »
  5. Cigarro: seus males e perspectivas de mudança

    Leia no Blog da Drogaria Total quais são os malefícios do cigarro para o nosso organismo, porque as pessoas começam a fumar, a quantidade de fumantes no Brasil e de mortes causadas pela dependência da nicotina. Descubra também as perspectivas de mudança, ações e como parar de fumar.

    Leia mais »
  6. Março Lilás alerta para a prevenção do câncer de colo de útero

    A campanha “Março Lilás” chama a atenção para o câncer de colo de útero, uma doença de desenvolvimento lento, que pode, inclusive, não apresentar sintomas em sua fase inicial. Nos estados mais avançados, este câncer pode causar sangramentos vaginais, fadiga, perda de peso sem motivo aparente, náuseas, dor abdominal e menstruação irregular. A conscientização e a prevenção são muito importantes e podem começar desde cedo, uma vez que a doença é causada por uma infecção persistente por tipos de HPV.

    Entre as principais formas de prevenção está a vacina contra HPV, que já pode ser aplicada em meninas a partir de 9 anos de idade. Uma vez que o HPV é sexualmente transmissível, o uso de camisinha durante as relações sexuais também é uma eficiente forma de prevenção. Há também o exame de papanicolau, exame rápido e simples que coleta células do colo do útero, pelas quais é possível identificar alguma variação ou mesmo infecção. O ideal é que mulheres com mais de 25 anos e vida sexual ativa façam a cada três anos. 

    O câncer de colo de útero apresenta cerca de 570 mil novos casos por ano em todo o mundo e, segundo o Instituto Nacional de Câncer (INCA), deve se manifestar em 16.590 brasileiras durante o ano de 2020. Por isso o “Março Lilás” busca conscientizar as mulheres sobre a importância de se prevenir contra o câncer do colo do útero, a quarta maior causa de morte de mulheres por câncer no Brasil. Fique atenta! Faça seus exames e busque por saúde sempre!

    Leia mais »