conquista

  1. Protagonismo da Pessoa com Deficiência Intelectual e Múltipla

    O Blog da Drogaria Total aborda a importância da Semana Nacional da Pessoa com Deficiência Intelectual e Múltipla e as atividades voltadas ao tema de 2020: “Protagonismo empodera e concretiza a inclusão social”. Clique aqui e leia o texto completo.

    Leia mais »
  2. Dia da Mulher e as conquistas femininas

    A história da mulher no Brasil e no mundo é uma verdadeira saga por conquistas, pouco a pouco, que já dura vários anos e ainda não está completa. Muitas atitudes e ações que parecem tão simples e naturais para nós hoje, como o direito de cursar uma faculdade, trabalhar ou votar, eram negados às mulheres no passado, e foram sendo adquiridos aos poucos. Na área da saúde, houve progresso quanto a esses direitos e a atenção às mulheres. O governo brasileiro implementou em 1983 o Programa de Assistência Integral à Saúde da Mulher (ou PAISM), um grande marco na história da saúde da mulher por derrubar paradigmas arcaicos que ainda regiam o sistema de saúde nacional, levando em consideração os anseios dos movimentos feministas daquele tempo. Entre alguns pontos que o PAISM propôs estavam a prevenção e o tratamento de doenças ginecológicas e o atendimento de vítimas de violência doméstica ou sexual.

    O PAISM foi um primeiro passo, que serviu inclusive como base para propostas mais atuais de saúde voltadas à mulher, como a Política Nacional de Atenção Integral à Saúde da Mulher, implementada em 2004, o II Plano Nacional de Políticas para Mulheres, de 2008, e a implementação da Rede Cegonha, em 2011. Além disso, as mulheres passaram a ter mais controle sobre o rumo a seguir de suas vidas. A criação de anticoncepcionais e a vinda da camisinha feminina são exemplos de recursos destinados a elas que auxiliam na decisão do momento certo para cada uma ter seu filho ou filhos no período da vida que achar mais adequado e estiver mais segura. A criação recente de legislações específicas como a Lei Maria da Penha e a Lei do Feminicídio também são grandes conquistas, que infelizmente demoraram a chegar ao quinto país que mais mata mulheres em uma lista de 83, segundo a ONU. Mas a força que elas demonstraram e continuam demonstrando através da história do Brasil e do mundo precisa ser reconhecida e valorizada.

    Neste dia 8 de março, saudamos a todas as mulheres por suas conquistas, suas forças e suas dedicações à vida, ao trabalho, à família e, principalmente a si mesmas, para que consigam o lugar que é delas por direito. Feliz Dia da Mulher!

    Leia mais »