doenças respiratórias

  1. Cigarro: seus males e perspectivas de mudança

    Leia no Blog da Drogaria Total quais são os malefícios do cigarro para o nosso organismo, porque as pessoas começam a fumar, a quantidade de fumantes no Brasil e de mortes causadas pela dependência da nicotina. Descubra também as perspectivas de mudança, ações e como parar de fumar.

    Leia mais »
  2. Saiba quais as doenças mais comuns no inverno e a relação com a Covid-19

    O inverno traz consigo um período mais seco, sem chuvas, e estimula as pessoas a ficarem mais aglomeradas para não sentirem as baixas temperaturas. Coincidentemente, o ápice da pandemia causada pelo novo Coronavírus chegou junto com essa estação do ano em nosso país, o que pode alastrar ainda mais a Covid-19 e confundir seus sintomas com outras doenças comuns em tempos mais frios. Por isso, hoje vamos esclarecer um pouco mais sobre alguns desses males que aparecem quando a temperatura cai.

     

    - RESFRIADO

    A mais comum entre as doenças do inverno, o resfriado é mais brando, durando em média de três a cinco dias. Pode causar dor de garganta, espirros, coriza e até febre mais baixa, mas são tratados com antitérmicos e analgésicos. Para evitar, basta manter uma alimentação saudável, bastante hidratação e lavar sempre as mãos.

     

    - GRIPE

    Apesar de parecida com o resfriado, a gripe ataca o organismo de maneira bem mais forte.  Também provoca coriza, congestão nasal e dor de garganta, além de calafrios, febre alta e dor de cabeça. Para qualquer doença, é sempre indicado procurar um médico. Já há vacina para gripe, que apesar de não imunizar contra todos os tipos existentes, já diminui drasticamente o risco de contágio.

     

    - RINITE ALÉRGICA

    É uma doença crônica, causada por reações alérgicas que podem se tornar ainda mais constantes durante o inverno, com o tempo mais seco e aumento de poeira no ar, por exemplo. Ela é causada por uma inflamação na mucosa nasal e pode causar coriza, espirros e bastante coceira nos olhos e no nariz. O antialérgico é essencial no combate e o médico pode indicar ainda um corticoide nasal e lavagem do nariz com solução específica. Mantenha alimentação saudável, exercícios físicos e distância de fumantes ou pessoas com resfriados para prevenir.

     

    - OTITE

    A famigerada infecção de ouvido, que pode ser média (causada por vírus ou bactérias associados a problemas respiratórios), ou externa (causada pelo excesso de água no canal auricular ou por algum trauma proveniente de algo inserido no ouvido). Além da dor, a otite causa diminuição da audição, tontura e a pessoa pode escutar um zumbido constante. O médico deve receitar antibiótico para tratar. Para evitar, proteja os ouvidos contra o vento, tome cuidado ao inserir hastes flexíveis para limpar, além de evitar as doenças citadas acima.

     

    - SINUSITE

    A doença causada pela inflamação nos chamados seios do rosto causa dores na face e de cabeça, secreção e até obstrução nasal. O tratamento ocorre com descongestionantes nasais baseados em corticosteroides, analgésicos e anti-histamínicos, além de antialérgicos e antibióticos se a causa for bacteriana. Manter-se hidratado, com boa alimentação, evitar ficar próximo a fumantes ou locais com alta concentração de poluentes no ar são formas eficazes de prevenção.

     

    - OBSERVAÇÃO SOBRE A COVID-19

    Causada pelo novo Coronavírus, a Covid-19 pode causar febre, tosse seca e cansaço, por isso pode causar confusão com os sintomas de outras doenças citadas antes. É preciso ficar alerta para os principais sintomas que identificam a doença, como dificuldade para respirar, falta de ar, dor ou pressão no peito e a perda de fala. Nesse caso, vá a um hospital com urgência, utilizando máscara para evitar a retransmissão do vírus. Para evitar, respeite o isolamento social, evite aglomerações, lave sempre muito bem as mãos e use máscara.

    Leia mais »