Muitas informações estão percorrendo a internet sobre a doença Covid-19 e o novo Coronavírus, por isso reunimos as principais dúvidas e questões sobre o assunto para que todos se mantenham bem informados, afinal, a informação é a melhor forma de prevenção.

“Coronavírus” é o nome de uma família viral conhecida desde os anos 1960, que provoca infecções respiratórias entre outras doenças, tanto em seres humanos quanto em animais. A doença que está se espalhando atualmente pelo mundo foi nomeada de Covid-19 (uma abreviação em inglês para “doença por coronavírus 2019”), e foi descoberta ao final do ano passado, na China.

Apesar de cientistas do mundo inteiro já estarem estudando o vírus, incluindo muitos brasileiros, até este momento não há uma vacina. Este processo leva tempo, mas há muitos estudiosos empenhados nesse mesmo objetivo.

A transmissão da Covid-19 acontece principalmente por vias respiratórias, contato físico e contato com superfícies contaminadas. Por isso a importância do autoisolamento e de lavar as mãos constantemente com água e sabão. Caso não tenha uma torneira por perto, leve sempre álcool em gel 70% para utilização nessas situações. Sempre que tocar em alguma superfície, qualquer superfície, incluindo e principalmente teclados de computadores e celulares, não leve a mão a regiões com mucosas, como olhos ou boca, antes de lavá-las. É importante também não compartilhar itens pessoais, como talheres ou toalhas.

Os principais sintomas da Covid-19 se confundem bastante com os de uma gripe comum, mas o principal é a insuficiência respiratória, por isso fique alerta. Ir até um posto de saúde somente com sintomas de gripe pode ser arriscado, por isso é preciso ficar atento à respiração e procurar serviços médicos sempre que houver qualquer tipo de insuficiência ou problema respiratório. Ao procurar um hospital, tome medidas preventivas também, cubra a boca e o nariz ao respirar (nunca com a mão, de preferência com um lenço descartável), lave as mãos com frequência, evite aglomerações e, se possível, mantenha-se em lugares mais arejados.

Se estiver com sintomas, isole-se do restante da família sempre tomando cuidados com hidratação e repouso. Os familiares devem tomar as precauções indicadas, como lavar as mãos com frequência, não compartilhar objetos pessoais e evitar contato com secreções da pessoa com sintomas.

Não há necessidade de a população em geral usar máscaras. Quem estiver saudável, não é preciso utilizar, somente manter as ações de prevenção citadas acima.

Os governos de todo o mundo estão monitorando e tomando atitudes para que a situação melhore, mas cada um pode fazer a sua parte se seguir essas recomendações simples e diretas para prevenção. Evitando a contaminação, é possível conter a proliferação do vírus.