Blog

  1. Outubro rosa e as chances de cura do câncer de mama

    Colocar o câncer de mama em pauta é mais do que falar sobre a saúde da mulher: é conscientizar a população, levar informação, compartilhar sobre a grandiosidade dessa doença e possibilitar mais acesso ao seu diagnóstico. Esses são exatamente os propósitos da campanha Outubro Rosa, que facilita o diálogo sobre o câncer, além de alertar aos sintomas que podem ajudar a identificar a doença e incentivar os exames, que levam ao diagnóstico preococe.

    Em entrevista, a mastologista Paola Candido Menani compartilha seu conhecimento sobre o assunto, falando também da sua frequência no mundo, da característica heterogênea da doença, da importância dos exames de rastreamento para redução da mortalidade e da influência da pandemia no diagnóstico precoce.

    Assista ao vídeo:

    Leia mais »
  2. A imaginação, o lúdico e o desenvolvimento das crianças

    A imaginação é uma característica intrínseca às crianças: elas criam brincadeiras, inventam atividades e elaboram diversas formas de diversão. Na infância, elas estão em constante aprendizado, sempre em contato com novidades e em desenvolvimento. Os estímulos são fundamentais para gerar autonomia, felicidade e experimentação da realidade.

    Ao imaginar, transformam elementos simples em atividades importantes, criam possibilidades de lidar com o desconhecido, buscam soluções, resolvem conflitos, constroem e experimentam sua realidade, além de compreender melhor o universo. Desse modo, a imaginação é um meio para que elas se relacionem com o mundo, aprendam conteúdos, vivências e análises.

    Leia mais »
  3. Cuidados com o coração, o órgão que abastece nosso organismo

    Com o objetivo de apresentar a campanha Setembro Vermelho e evidenciar a importância de discutir e divulgar informações sobre a saúde do coração, o cardiologista Décio de Lima Pinho fala, em entrevista à Drogaria Total, sobre como essa ação influencia na redução de risco, na redução de doenças e em proporcionar mais qualidade de vida aos pacientes.

    Além disso, o especialista informa sobre os efeitos da Covid-19 nesse órgão vital, os nove fatores de risco responsáveis pelos principais quadros de doenças cardiovasculares e infartos, e sobre como o tratamento delas está diretamente associada ao tratamento de suas causas: tratar a hipertensão e tratar a obesidade, ao mudar o estilo de vida, fazer uma alimentação mais saudável e praticar exercícios.

    Cuide do seu coração! E confira a conversa completa com o médico:

    Leia mais »
  4. Bem-estar, alimentação e família

    Sabe-se que a qualidade da alimentação influencia na saúde do nosso corpo, mas não somente, já que ela também é muito importante para o equilíbrio da saúde mental. Os alimentos consumidos, aliados a hábitos saudáveis, têm o poder de prover energia, alegria e bom humor.

    O intestino e os neurônios se relacionam com saúde mental por dois fatores: por meio do eixo cérebro-intestino, o intestino humano tem a capacidade de influenciar o funcionamento de órgãos e tecidos; e os neurotransmissores, substâncias produzidas pelos neurônios, influenciam estados emotivos, sensações de prazer e felicidade.

    Para combater a depressão, a ansiedade e favorecer a saúde mental, é importante priorizar alimentos frescos e naturais, evitando àqueles passam por processos industriais e contém aditivos alimentares, além de carboidratos refinados e farináceos.

    Leia mais »
  5. O psicólogo é essencial na manutenção da saúde mental

    O momento atual trouxe em pauta a saúde mental e os problemas enfrentados por grande parte da sociedade brasileira – como a ansiedade, depressão, crise do pânico e fobias – junto a limitação do ir e vir e do convívio social. No Dia do Psicólogo, é importante ressaltar o cuidado especial e necessário que devemos ter para que a saúde mental, pensamentos, ideias e sentimentos estejam em equilíbrio.

     

    Para a Organização Mundial da Saúde (OMS), um completo bem-estar abriga todas as vertentes do físico, social e mental, sendo o último parte fundamental e complementar para que as funções orgânicas do nosso corpo funcionem com plenitude. A assistência do psicólogo é essencial para ajustar comportamentos e atitudes, administrar impactos emocionais, compartilhar sentimentos, promover a saúde e prevenir doenças.

    Leia mais »
  6. Amamentação em foco: esclareça suas dúvidas

    A campanha Agosto Dourado coloca o aleitamento materno em foco, esclarecendo dúvidas já conhecidas sobre amamentar, e outras questões que envolvem a nossa atualidade, como a situação de pandemia. Quem contribui conosco nesta iniciativa de conscientização é o Dr. Adalberto Moreira de Souza.

    O pediatra enfatiza a importância do aleitamento materno e como ele contribui para o desenvolvimento da criança, protegendo-a de diversas doenças até os 3 anos de idade, entre elas as agudas, infectocontagiosas, metabólicas e respiratórias.

    Ou seja, amamentar é um cuidado imediato que terá benefícios a longo prazo, favorecendo a criança por toda a sua vida. Assista a entrevista completa e entenda porque o leite materno é tão importante. Apoie, proteja e incentive também a amamentação.

    Leia mais »
  7. Aleitamento materno e o seu significado

    O significado principal da amamentação é nutrir e alimentar o bebê, mas engloba um sentido muito maior para o universo da mãe e do bebê. O aleitamento materno é o contato inicial entre eles e esse relacionamento é justamente um dos objetivos buscados pelos profissionais, como conta o Dr. Mauro S. Casanova em entrevista. Entre os benefícios citados pelo ginecologista e obstetra, estão o gasto calórico, a diminuição de hemorragias e a prevenção de diferentes tipos de câncer para a mãe, além do desenvolvimento do filho e de suas defesas contra doenças. 

    Assista o vídeo completo que aborda o Agosto Dourado, mês do aleitamento materno, e trata de temas como a qualidade do leite materno, cuidados anteriores ao nascimento do filho, a importância da atividade física pós-parto, as condições da amamentação, como mães com dificuldade de amamentar podem proceder e os cuidados com a Covid-19.

     

    Leia mais »
  8. Julho Amarelo: combate às hepatites virais

    O mês de julho terminou, mas a conscientização sobre o combate às hepatites virais é uma semente que deve ser cultivada durante todo o ano. Confira a entrevista com a hepatologista Adriana Martins Miranda e saiba mais sobre os tipos de hepatites que assolam a população:

    Leia mais »
  9. O coração e fatos curiosos sobre seu funcionamento

    Responsável por bombear o sangue, fornecer oxigênio e nutrientes às células, o coração funciona como um motor para o corpo, e é essencial para sustentar a vida. Sabemos o quão importante é cuidar dele, mas e estas curiosidades sobre órgão, você já conhece? 

     

     

    • Peso e funcionamento

    Um coração saudável pesa entre 250g e 400 gramas, bate cerca de cem mil vezes por dia e pode chegar a 35 milhões de batidas em um ano. Rir aumenta o fluxo sanguíneo e melhora o funcionamento do sistema vascular

     

    • Impulsos elétricos

    O coração possui uma ligação com o corpo em sua totalidade, por meio do sistema cardiovascular. Ele não precisa da função cerebral para continuar batendo, j

    Leia mais »
  10. Vacinação: o que fazer depois de tomar a vacina?

    Vacinação contra Covid-19

    O controle do novo coronavírus será possível quando de 70% a 80% da população de todas as nações estiverem vacinadas, segundo estimativa da Organização Mundial da Saúde (OMS). A vacinação de todas as pessoas é necessária. Por isso: vacine-se. Com a dose única. Com a primeira dose. E, indispensavelmente com a segunda dose.

    Com exceção da belga Janssen e da chinesa CanSin, vacinas de doses únicas, é necessário que qualquer pessoa, vacinada com a primeira dose da vacina contra a Covid-19, vacine-se também com a segunda dose. Todas as vacinas aprovadas para uso na população também foram autorizadas em outros países, forneceram dados para análise em agências reguladoras e continuam a ser monitoradas, mesmo depois de aprovadas. (...)

    Leia mais »