inclusão social

  1. Dia das Apaes exalta a luta pela inclusão

    Criada no Rio de Janeiro em 1954, a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) é uma organização social que tem como principal objetivo promover a atenção total às pessoas com deficiência intelectual e múltipla. Hoje a Associação está presente em mais de 2,2 mil municípios distribuídas em 24 Federações Estaduais (Feapaes) em todo o território nacional e visa crescer ainda mais para aumentar seu alcance, que hoje atende 250 mil brasileiros com deficiência intelectual e múltipla diariamente. Hoje, 11 de dezembro, é comemorado o Dia Nacional das Apaes, instituído em 2001 via Lei Federal nº 10.242. O intuito é promover a luta pelos direitos da pessoa com deficiência intelectual e múltipla por meio de ações de conscientização. Durante o seu tempo de existência, a Apae reuniu importantes conquistas, como a incorporação do Teste do Pezinho na rede pública de saúde e a inclusão de linguagens
    Leia mais »
  2. O negro na área da saúde

    Os negros são maioria em nossa população, mas a participação deles na área da saúde ainda encontra percalços. O Dia da Consciência Negra é uma importante data para relembrar a luta por igualdade dessa etnia em nosso país e no mundo. 
    Leia mais »
  3. Protagonismo da Pessoa com Deficiência Intelectual e Múltipla

    O Blog da Drogaria Total aborda a importância da Semana Nacional da Pessoa com Deficiência Intelectual e Múltipla e as atividades voltadas ao tema de 2020: “Protagonismo empodera e concretiza a inclusão social”. Clique aqui e leia o texto completo.

    Leia mais »
  4. Abril Azul: Autismo e inclusão social em tempos de Coronavírus

    Segundo a Organização Mundial da Saúde, uma em cada 160 crianças no mundo tem o Transtorno do Espectro Autista (TEA), o que conhecemos mais popularmente como autismo.  A campanha Abril Azul foi criada com o intuito de trazer mais visibilidade ao tema. O autismo é um problema psiquiátrico que pode dar sinais já nos primeiros meses de vida, mas costuma ser identificado em crianças entre 1 e 3 anos. O desenvolvimento físico da pessoa com autismo não é afetado em nada pela sua condição psiquiátrica. No entanto, o autista tem dificuldade em se comunicar e em firmar relações sociais ou afetivas.

    Mesmo não estando no grupo de risco da Covid-19, esta nova doença traz grande preocupação para os pais de crianças autistas pela principal forma de prevenção: o isolamento social em casa. Além de prejudicar na inclusão social dessas crianças, elas precisam manter uma rotina, pois é um fator que as acalma. Por isso é preciso ter muita calma e compreensão nesse período, pois as pessoas com TEA devem ficar mais agressivas, irritadas e impacientes. Durante a quarentena, é preciso estabelecer uma nova rotina em casa, conferindo previsibilidade aos acontecimentos do dia e tentar manter algumas das atividades que já faziam parte da rotina anterior, como atividades escolares, por exemplo.

    Leia mais »